Share |
Share |

LADRÕES DE TERNO E GRAVATA DO RIO DE JANEIRO...MALDITOS SEJAM ELES E SEUS PARENTES QUE NÃO OS PRESSIONAM PARA DESFRUTAREM DO MESMO, SÃO CUMPLICES. !!!

Câmara do Rio aprova gasto de R$ 2,8 mi para carros de vereadores.
.
.
Após 20 anos sem frota própria de veículos para os vereadores, a Câmara Municipal do Rio de Janeiro resolveu reverter a situação e aprovou a compra de 51 automóveis para todos os parlamentares da Casa. O modelo já foi escolhido e o contemplado é o novo modelo do sedã Jetta, da Volkswagen, cuja versão mais simples custa R$ 65.755.

O motivo da compra, segundo a assessoria da Câmara, é que “a casa estava com recursos suficientes para adquirir carros oficiais”. No entanto, não informou os valores gastos com a compra. A decisão foi tomada em reunião da Mesa Diretora, que também alega que mais de 80% das câmaras municipais do Brasil possuem carros próprios.

Nos corredores da casa, circula a informação de que os veículos serão comprados com desconto. Cada um sairia por R$ 55 mil. Ou seja, a compra chegaria a R$ 2,805 milhões.

Dos 51 vereadores, apenas sete recusaram o benefício: Andrea Gouvêa Vieira (PSDB), Eliomar Coelho (PSOL), Leonel Brizola Neto (PDT), Paulo Pinheiro (PPS), Teresa Bergher (PSDB) e Tio Carlos (DEM) e Carlos Bolsonaro (PP).

Mesmo assim, a Câmara deve comprar os 51 carros e, quem não quiser ficar, devolverá. “Não quero carro. Tenho o meu e, se eu precisasse, parcelava em 60 vezes. Isso é um deboche com o cidadão que vai pagar”, afirma a vereadora Teresa Bergher, a primeira a recusar o “presente”.

A primeira opção dos parlamentares era o modelo Bora, também da Volkswagen, para seguir o padrão da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. No entanto, como o Bora vai sair de linha, eles optaram pelo Jetta.

A compra foi decidida pouco tempo depois do reajuste de 63% do salário dos vereadores, que no mês passado passou de R$ 9.200 para R$ 15 mil mensais. Fato que só aumenta a polêmica. Eles já têm direito a mil litros de gasolina por mês, além de poderem contratar 20 pessoas, entre eles, motorista.

“É questão de prioridade. Com tanta coisa para resolver na cidade, não podemos nos dar ao luxo de receber um presente desses. Além disso, nosso salário é bom o suficiente para comprarmos um carro com recursos próprios, principalmente aqueles que aceitaram o aumento”, diz Paulo Pinheiro, um dos quatro vereadores que recusaram o aumento.

Procurado pelo Metro Rio, o presidente da Câmara, Jorge Felippe (PMDB), informou através da assessoria da Casa que só vai se pronunciar quando os carros forem adquiridos.

FONTE :eBAND

NOTA : NÃO TEM NEM O QUE DIZER ...SÃO UM BANDO DE VAGABUNDOS.
DIGA NÃO AO VOTO OBRIGATÓRIO E QUE ESSES FILHOS DAS PUTAS QUE COLOCARAM ESSES MESMOS FILHOS DAS PUTAS LÁ...TENHAM PREGUIÇA DE IR VOTAR POR NÃO SER MAIS OBRIGATÓRIO. E QUE SÓ VÁ VOTAR QUEM REALMENTE TEM A PLENA CERTEZA DO QUE ESTA FAZENDO, CASO CONTRÁRIO SEU ESFORÇO EM PESQUISAR NÃO VALERÁ DE PORRA NENHUMA, E VAI PRA PUTA QUE PARIU ELEITOR ALIENADO DE "BIG BOSTA BROTHER" DE "A FAZENDA" DE "NOVELAS" E O CARALHO A QUATRO QUE SÓ DEIXA ESSA NAÇÃO
CADA DIA MAIS IDIOTA.

Ps. : Se vc não se acha um(a) idiota, esqueça o que escrevi ! pula ! 0/
.


Link



.


sexta-feira, 13 de maio de 2011

 
Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu
Templates Novo Blogger
Share |
Share |