Share |
Share |

Welcome to Rio ladies and gentlemen


Polícia do Rio em alerta contra ataques a viaturas e delegacias

Criminosos teriam plano para se vingar de morte de traficantes no Jacarezinho. PM morto foi enterrado ontem

POR BARTOLOMEU BRITO

Rio - A Polícia Civil enviou um alerta para todas as delegacias e batalhões da Polícia Militar de possíveis ataques contra viaturas após os confrontos de quinta-feira no Jacarezinho. De acordo com informações recebidas, representantes das comunidades de Manguinhos, Mangueira, Nova Holanda e do Alemão, todas dominadas pela facção criminosa Comando Vermelho, teriam decido, em conjunto, atacar. Seria um plano de vingança pela morte de criminosos da favela.

Ontem, com a morte de Diogo Antonio Batista da Silva, de 25 anos, que estava internado no Hospital Salgado Filho, subiu para dez ontem o número de vítimas do confronto. Diogo havia sido autuado em flagrante na noite de quinta, acusado da morte do cabo Adriano Ferreira da Silva e de tráfico de drogas. Os policiais da 25ª DP (Rocha) divulgaram que todos os homens mortos durante o confronto tinham registros por tráfico e roubos.

A Chefia de Polícia Civil determinou alerta máximo ontem, prevendo possíveis ataques a delegacias. Durante o sepultamento do cabo Adriano, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Mário Sérgio Duarte da Silva, garantiu que, se os ataques acontecerem, a Polícia Militar estará pronta para o enfrentamento. O coronel estava inconformado com a morte do colega. “Hoje é mais um dia triste para mim”, revelou. A viúva do militar, grávida de seis meses, passou mal de manhã e não teve condições de acompanhar o enterro.

À tarde, sete dos outros homens mortos foram enterrados nos Cemitérios de Inhaúma e Caju. Ainda ficaram no IML dois corpos não identificados. Dos oito que deram entrada no IML, foram reconhecidos Alex Barreto, 24, Jean Carlos Leão Nunes, 27, Carlos Henrique do Carmo, 28, Hugo Brum da Silva, 29, Felipe Gomes das Almas, 22, e Rodney Sodré Rodrigues, 19. No Hospital Salgado Filho, permaneciam internados ontem dois homens que foram baleados no confronto — um deles levou um tiro de raspão na barriga e outro nas duas mãos. Ambos não correm risco de vida.

Mais uma tentativa de arrastão

Bandidos do Jacarezinho voltaram a mostrar ousadia na tentativa de realizar arrastões na área. Às 6h da manhã de ontem, dois homens em uma motocicleta tentaram assaltar ocupantes de um Fox que estava passando pelas proximidades da favela. Paulo César Marino, 58, passava ao volante de seu Fiesta vermelho, quando viu os bandidos armados e acelerou o carro. Paulo foi baleado no braço esquerdo e teve ferimentos no pescoço produzidos por estilhaços. Os bandidos acabaram fugindo sem roubar ninguém.

Ester Maria Pereira de Oliveira, 47, baleada de raspão na cabeça durante o tiroteio de quinta-feira, acabou presa na 21ª DP (Bonsucesso) quando foi registrar queixa contra a Polícia Militar. Ester afirmou que era dona de casa e tinha sido vítima de bala perdida, mas havia 11 acusações de roubos e furtos contra ela.


Fonte: Jornal O Dia

sábado, 13 de fevereiro de 2010

ESSE É O BRASIL NO RITMO DA CORRUPÇÃO,EFICIÊNCIA MESMO SÓ COM CAMELÔ.

'Bloco' de cambistas na Novo Rio

Grupo esgotou as passagens para a Região dos Lagos e passou a oferecê-las na Rodoviária pelo dobro do preço. Negociações foram flagradas por O DIA, diante de agentes da Polícia Militar, Guarda Municipal e fiscais do Detro

Rio - Um ‘bloco’ fora do ritmo invadiu a Rodoviária Novo Rio ontem, Sexta-feira de Carnaval. No lugar de ritmistas, cambistas. Em vez de marchinhas, eles ‘cantavam’ a venda de passagens superfaturadas para a Região dos Lagos, um dos destinos mais procurados nesta época do ano. As negociações foram flagradas por O DIA de manhã e à tarde.

O grupo comprou todas as passagens disponíveis para destinos na região e passou a revendê-las. Sem assentos para comprar nos guichês das empresas de ônibus, os foliões de malas prontas recebiam do bando a oferta de bilhetes pelo dobro do preço original.

Foto: Fernando Souza / Agência  O DIA
À tarde, cambista (D) ainda oferecia passagens para turistas (E) | Foto: Fernando Souza / Agência O DIA

As estudantes Elaine Santana e Ana Carolina, ambas de 19 anos, tentaram comprar passagens para passar o Carnaval em Rio das Ostras na manhã de ontem, mas não havia bilhetes. Para não perderem a viagem, desembolsaram quase duas vezes o valor original para adquirir os tíquetes das mãos de cambistas que atuavam no setor de embarque da rodoviária.

BILHETES ESGOTADOS CEDO

“Chegamos cedo, às 9h, mas já estava tudo esgotado. Pagamos R$ 60 para os cambistas por uma passagem que custa R$ 35. É revoltante essa situação, mas, se não fosse assim, não conseguiríamos viajar”, justificou Elaine, que pegou ônibus da Viação 1001 às 15h17.

Alheios à presença de policiais militares, agentes da Guarda Municipal e fiscais do Departamento Estadual de Transportes Rodoviários (Detro) e da Secretaria Municipal de Transportes, cerca de 20 cambistas disputavam no grito os clientes. Ao notar que estavam sendo fotografados, os homens tentaram se esconder e chegaram a ameaçar a equipe do jornal O DIA.

Os preços praticados pelos cambistas variavam de acordo com o itinerário. A passagem para Saquarema, por exemplo, que custa R$ 19,10 no guichê da Viação 1001, não era vendida por menos de R$ 30, mesmo com o valor correto estampado no bilhete.

Já o trajeto Rio-Cabo Frio, também operado pela Viação 1001, chegava a custar R$ 60 no mercado negro, bem mais que os R$ 30,60 pagos pelo tíquete na empresa.

“Estou inconformado! Estou sendo assaltado na frente de um monte de autoridades que estão fingindo não ver o que está acontecendo”, reclamou um passageiro que preferiu pagar os R$ 60 do que perder o Carnaval em Cabo Frio, na Região dos Lagos.

PM vai investigar atuação de policiais na rodoviária ...(Acredita bobão)

Segundo o tenente-coronel Lima Castro, relações públicas da Polícia Militar, os policiais presentes no local deveriam ter agido ao notar as ações criminosas. “Isso é uma extorsão. Se viram o que estava acontecendo, deveriam ter agido. Vamos identificar e investigar por que não fizeram nada”, garantiu, acrescentando que apesar de não ser alvo das atividades prioritárias da corporação, a atividade será combatida.

"não ser alvo das atividades prioritárias da corporação"...(ele disse...não é prioritário entenderam ?)

O Detro informou que fiscaliza os meios de transporte, mas o combate à venda fraudulenta de passagens é responsabilidade da PM. Procurada, a Guarda Municipal, que mantinha agentes ao lado dos cambistas, não retornou as ligações. Na Socicam, que administra a rodoviária, ninguém atendeu os telefonemas.

Reportagem de Bruna Talarico e Mahomed Saigg

Fonte: Jornal O Dia


NOTA: A "guarda" municipal é muito eficiênte pra "tomar" pipoca,paçoca,pilha,relógios,sombrinhas,refrigerantes,cervejas e outras coizitas exclusivas deles e que ...nenhum carioca ou pelomenos a maioria não sabe pra onde vai.
A PM (policia militar) não precisa nem falar né ...que todo carioca já sabe por que não faz nada ...espanto será quando fizer algo !!! kkkkkkkkkkkkkkk

 
Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu
Templates Novo Blogger
Share |
Share |